Técnico do Livorno alega problemas com presidente e se demite

Serse Cosmi pediu demissão do cargo de técnico do Livorno, um dos candidatos ao rebaixamento na Serie A, depois da derrota em casa contra o Napoli por 2 a 0. O motivo é o rompimento das suas relações com o presidente do clube, Aldo Spinelli.

REUTERS

24 de janeiro de 2010 | 17h04

"As condições não existem para trabalhar de forma produtiva por conta das diferenças com o presidente Spinelli", disse Cosmi a jornalistas.

Cosmi assumiu a equipe da Toscana em outubro após a saída de Gennaro Ruotolo, quando o time era o último colocado do campeonato italiano.

Agora o Livorno está em 16o lugar, dois pontos acima da zona do rebaixamento.

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIANOLIVORNO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.