Técnico do Millonarios prega respeito ao São Paulo

Argentino Mario Vanemerak diz saber da importância do time brasileiro, mas sonha com vaga na semifinal

22 de outubro de 2007 | 15h51

Apesar da vitória por 1 a 0 em pleno Morumbi, o técnico do Millonarios, o argentino Mario Vanemerak, deixou claro que é preciso ter muito respeito e cuidado com o clube brasileiro, na partida desta quarta-feira, em Bogotá, válida pelas quartas-de-final da Copa Sul-americana.   "Olhamos o São Paulo com muito cuidado porque sabemos que em qualquer momento eles podem virar a partida, e com muita certeza será um adversário muito difícil", disse o  técnico do time colombiano.   Ainda sobre a partida, Vanemerak acredita que ainda faltam 90 minutos para que a vaga seja decidida. Assim como o Millonarios venceu o primeiro jogo por 1 a 0, fora de casa, o mesmo pode acontecer com o São Paulo.   "Sabemos que temos a oportunidade de vencer o São Paulo, pois estamos ganhando por 1 a 0, mas ainda faltam mais 90, e sabemos que enfrentamos um rival histórico, uma equipe que já foi campeã do mundo e tem bons jogadores", comentou o treinador, que completou: "Está partida será, obviamente, muito especial, mas muito diferente do que foi lá [em São Paulo]."   Para a partida, o técnico argentino ainda não definiu a estratégia a ser utilizada, mas deixa a entender que sua equipe jogará em busca do suficiente, ou seja, o empate. "Queremos brigar nesta partida porque sabemos que podemos vencer, mas primeira temos que pensar que o São Paulo é um adversário complicadíssimo", argumentou Vanemerak, que decretou: "Vamos jogar em nossa casa e vamos fazer com que isto conte na partida."

Tudo o que sabemos sobre:
Copa Sul-americanaSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.