Técnico do Palmeiras cita título em cima do Corinthians para alertar sobre Novorizontino

Eduardo Baptista relembra final vencida pelo Sport, em 2008, para time evitar favoritismo excessivo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

31 de março de 2017 | 14h47

As quartas de final do Campeonato Paulista começam no fim de semana e o time de melhor campanha, o Palmeiras, vai cauteloso para enfrentar o Novorizontino, fora de casa. O treinador do Alviverde, Eduardo Baptista, disse nesta sexta-feira que vai escalar a força máxima e cobrar do elenco bastante cuidado para não permitir que uma surpresa elimine a equipe mesmo antes da semifinal.

"O favoritismo tem que comprovar em campo, tem que ter imposição. É um jogo com logística complicada, porque vamos ficar a 100 km de Novo Horizonte (em São José do Rio Preto) pela cidade não ter um hotel que possa abrigar a delegação. Ainda tem o calor, o campo, temos que ser incisivos", afirmou o treinador, um dia depois de completar 45 anos. O Palmeiras encerrou a primeira fase com uma derrota na quarta-feira para a Ponte Preta, por 1 a 0, em Campinas.

Ao tratar de favoritismo, Baptista citou a final da Copa do Brasil de 2008, quando ainda era preparador físico do Sport e conseguiu ajudar a equipe a derrotar o Corinthians na decisão. "Era um time melhor, considerado superior, venceu a primeira em São Paulo e segundo dizem, tinha passagem marcada para Brasília para visitar o presidente Lula. Nós passamos isso para o time e eles reverteram o quadro", comentou o treinador. O Sport se sagrou campeão ao vencer por 2 a 0 na volta, no Recife.

"Tem que tomar cuidado, respeitar, jogar bem e marcar, para não tropçar e depois querer ficar entendendo o que aconteceu", alertou o treinador. Baptista vai fechar os dois últimos treinos antes da partida, porém conta com os retornos do zagueiro Mina e do atacante Borja. Ambos estiveram na última semana em compromisso com a seleção colombiana pelas Eliminatórias. Por outro lado, o meia Guerra retornou lesionado da Venezuela. Com problema no quadril e fraturas no nariz, ele será desfalque.

Baptista prometeu uma formação parecida à usada rodadas atrás, antes de começar a fazer experimentos no time titular. As duas baixas serão o zagueiro Vitor Hugo e o lateral-esquerdo Zé Roberto, suspensos do próximo encontro. A partida de ida contra o Novorizontino será no domingo, às 19h, e a volta, na próxima sexta-feira, no Pacaembu, às 21h.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.