Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Técnico do Palmeiras confirma Barrios como titular contra o Grêmio

Atacante marcou três vezes na goleada sobre o Fluminense

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2015 | 12h40

O técnico Marcelo Oliveira confirmou a escalação do atacante Lucas Barrios entre os titulares do Palmeiras para a partida deste sábado, contra o Grêmio, no Pacaembu. O atacante fez três gols na goleada sobre o Fluminense, por 4 a 1, no Maracanã. "Eu estava em dúvida, mas agora vou colocar o Barrios para jogar. Ele entrou muito bem, está descansado, ficou um período parado. É justo colocar desde o inicio", afirmou o treinador em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Academia de Futebol.

O atacante foi o único nome confirmado. A tendência é que ele repita a escalação do segundo tempo do jogo do Maracanã, com Zé Roberto na lateral esquerda e Rafael Marques no meio. Com isso, Egidio seria reserva. Na zaga, o zagueiro Vitor Hugo volta ao time depois de cumprir suspensão. Seu companheiro será provavelmente Victor Ramos.

Assim, a tendência é que o Palmeiras entre em campo com a seguinte escalação: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Arouca, Robinho e Rafael Marques; Gabriel Jesus e Lucas Barrios.

"Não posso confirmar o time, porque amanhã (sábado) alguém pode ser vetado por estar desgastado. É um jogo que precisa ser intenso, precisamos entrar com o time mais inteiro possível. Não dá para escalar hoje", disse o treinador.

Sobre o adversário, terceiro colocado no torneio, Marcelo Oliveira prevê muitas dificuldades. "O Grêmio difere muito pouco em casa e fora. É muito compactado, encurta a marcação e sai rapidamente quando tem a bola, com toques precisos. É um time que movimenta muito a sua linha de ataque, os jogadores giram muito, não tem referência, e é compacto para marcar", elogiou o treinador. "Mas estamos jogando em casa e precisamos impor nossa condição de mandante", acrescentou o treinador.

O fato de jogar no Pacaembu e não no Allianz Parque, que será o palco de dois shows nos próximos dias, não preocupa o treinador. "O ideal, em um Campeonato Brasileiro, é utilizar a própria casa. O estádio do Palmeiras tem sido um aliado importante. Não podendo contar com o nosso estádio, nada melhor do que o Pacaembu, que é próximo. O Palmeiras tem um histórico muito positivo no estádio", conforma-se Marcelo Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.