Cesar Greco/ Divulgação
Cesar Greco/ Divulgação

Técnico do Palmeiras sobre saída de Valdivia: 'Idolatrem o elenco'

Treinador destaca qualidade do elenco alviverde

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2015 | 18h00

O meia Valdivia não joga mais pelo Palmeiras, embora continuará treinando no clube até o dia 17 de agosto e será assunto ainda por um tempo. Nesta sexta-feira, na última entrevista coletiva antes da partida contra o Sport, o chileno foi lembrado diversas vezes e o técnico Marcelo Oliveira deixou claro que gostaria da permanência do jogador, entretanto não parece preocupado por perdê-lo. O fato do time também poder ficar sem uma referência ou um ídolo é algo que pode ser até positivo na visão do treinador.

“Vamos exaltar quem está aqui. O Robinho faz bem a função (do Valdivia), o Zé Roberto e o Cleiton, que tem treinado e mostrado muito empenho. Apostamos que ele vai crescer muito ainda”, disse o treinador, dando a entender que vê Cleiton como um sucessor do meia chileno.

Um dos pontos fortes do Palmeiras no Campeonato Brasileiro tem sido justamente o fator coletivo. Marcelo Oliveira lembra que cada jogo é um que faz a diferença e isso faz com que a equipe se torne ainda mais forte, que não dependa exclusivamente de Valdivia ou qualquer outro jogador e que faça com que sua ideia, de “idolatrar o elenco”, se reforçe.

“Valorizo muito a questão coletiva. Tem alguns jogadores que podem ocupar este posto, mas queria um fortalecimento coletivo. Um jogo o Dudu faz dois gols, depois o Leandro (Pereira), Cristaldo, Rafael Marques... Isso é importante. Não fica acumulado só em um jogador. Vamos idolatrar o time, a parte coletiva, que tudo saíra bem”, pediu.

Nesta sexta-feira, a maioria dos jogadores foram para o gramado. Os atletas ficaram na academia e fizeram trabalhos físicos. As exceções foram os goleiros e os atacantes Kelvin e Mouche, que apareceram no campo, mas sem treino com bola.

O Palmeiras volta a campo neste domingo para encarar o Sport, às 18h30, na Arena Pernambuco. Para essa partida, o treinador não poderá contar com Victor Ramos e Egídio, suspensos, e Robinho e Vitor Hugo, machucados.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.