Técnico do Palmeiras revela 'aula em vídeo' para Borja antes de partida

Eduardo Baptista faz instruções particulares para colombiano sobre posicionamento sem a bola

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

08 de abril de 2017 | 07h00

A preparação do Palmeiras para enfrentar o Novorizontino, nesta sexta-feira, pelo Campeonato Paulista, teve um encontro particular entre o técnico Eduardo Baptista e o atacante Borja. Os dois se reuniram em uma sala na Academia de Futebol horas antes da prtida para analisar um vídeo de posicionamento sem a bola, em instrução vista pelo treinador como fundamental para incrementar a atuação do time na vitória por 3 a 0 no Pacaembu.

A comissão técnica editou um material de cerca de dois minutos, com base em imagens de seis lances. No conteúdo o técnico tentou passar ao atacante como ele deveria se movimentar. "Mostrei alguns lances para ele sobre como jogar sem a bola. Ele entendeu, ajudou a equipe. O Borja está evoluindo, aprendendo o espírito da equipe e também a como atuar sem a bola, porque quando ele está com ela, sabe muito bem o que faz", afirmou Baptista.

O técnico do Palmeiras explicou após o jogo que quis apresentar o material por ter analisado as partidas do colombiano pelo ex-clube, o Atlético Nacional. Pela análise de Baptista, Borja tinha um papel muito diferente na equipe, pois precisava se movimentar menos para receber a bola. O treinador quer implantar na equipe um entrosamento maior entre Borja e Willian, para que invertam de posição e confundam os adversários.

"Esses vídeos são detalhes, são curtos. Discutimos com a total liberdade para o jogador questionar. Queremos mostrar e ter uma discussão para achar o melhor posicionamento. Fizemos isso com outros atletas também", afirmou o treinador, que conduziu o time a ser o primeiro semifinalista do Estadual. "Nosso time está muito equilibrado e está evoluindo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.