Filippo Monteforte/AFP
Filippo Monteforte/AFP

Técnico do Panamá lamenta última colocação em sua 1ª participação em Copa

Entre as 32 seleções, somente panamenhos e egípcios perderam os três jogos no Mundial da Rússia

Estadão Conteúdo

28 Junho 2018 | 18h25

O técnico Hernán Darío Gómez lamentou o fato de o Panamá voltar para casa sem vencer em sua primeira participação em Copas do Mundo. Mais do que isso, os panamenhos ficaram, após o término da primeira fase nesta quinta-feira, na última posição entre as 32 seleções que disputam o Mundial da Rússia.

+ Tunísia bate Panamá, quebra tabu de 40 anos e faz gol nº 2.500 das Copas

+ TEMPO REAL: Panamá 1 x 2 Tunísia

+ Saiba quais são os jogos e horários das oitavas de final da Copa do Mundo

"Espero que o Panamá retorne a uma Copa do Mundo e não seja o pior", vislumbrou o treinador, em entrevista coletiva após a derrota para a Tunísia, por 2 a 1, em Saransk, pelo Grupo G.

Foi o terceiro jogo e o terceiro revés dos panamenhos, que chegaram à Copa animados, mas conhecedores de suas limitações. Na estreia, foram batidos pela Bélgica por 3 a 0. No segundo jogo, goleada sofrida diante da Inglaterra por 6 a 1.

"Esta é a natureza da Copa do Mundo. Há altos e baixos. Você nunca quer sair. Tivemos duas, na verdade, três equipes muito difíceis, com muita experiência neste torneio", discorreu Gomez.

 

Entre as 32 seleções, apenas o Panamá e o Egito não pontuaram. Os egípcios ficaram na 31ª posição pelo saldo de gols: -4 a -9 dos panamenhos.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.