Técnico do Paraguai lamenta falta de sorte e mau começo

O técnico do Paraguai, Aníbal Ruiz, lamentou a falta de sorte de sua equipe na derrota deste sábado para a Inglaterra, por 1 a 0, e disse que a equipe falhou por demorar em se acertar na partida. "Começamos mal, e contra um time como a Inglaterra isso não é permitido", disse o treinador. "Não conseguimos marcar e ainda demos um gol a eles, além de perder nosso goleiro", lamentou Ruiz, sobre o gol contra marcado por Gamarra, numa cobrança de falta de Beckham, aos 3 minutos de jogo, e a lesão sofrida por Justo Villar aos 7 minutos. O goleiro sofreu uma distensão muscular e deve ficar fora por duas semanas - ou seja, só volta a jogar se o Paraguai se classificar para a segunda fase.Apesar da derrota, Ruiz elogiou a atuação da equipe, especialmente, é claro, depois dos 30 minutos do primeiro tempo. "Essa é a atitude que eu quero, e que vamos mostrar nos próximos jogos. Acho que podemos conseguir os resultados de que precisamos", garantiu o técnico.Entre os jogadores, repetiram-se a tristeza pela falta de sorte durante o jogo e a expectativa de dias melhores nos jogos contra a Suécia, quinta-feira, e Trinidad e Tobago, dia 20. "O jogo contra a Suécia será uma verdadeira decisão. Se perdemos, não temos mais nada a fazer a não ser voltar para casa", atestou o atacante Roque Santa Cruz. "Temos de encontrar o que houve de bom nesse jogo. A chance de classificação ainda depende só de nós", disse o volante Riveros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.