Sergio Neves/Estadão
Sergio Neves/Estadão

Técnico do Peru diz ser o culpado pela goleada sofrida para o Brasil

Ricardo Gareca assume responsabilidade após derrota por 5 a 0 e afirma que equipe de Tite foi muito superior

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2019 | 18h50

Muito irritado e abatido, o técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca, reconheceu neste sábado que tudo deu errado na partida entre a equipe e a seleção brasileira, pela Copa América, na Arena Corinthians. O treinador argentino disse ser o culpado pelo resultado negativo de 5 a 0 e apontou a superioridade do adversário como uma das causas pelo placar bastante desfavorável.

"O Brasil nos superou do começo ao fim. Eu assumo os erros da equipe. Para um resultado com um placar desse, a superioridade do Brasil mostrou a diferença na atuação. Em outros jogos o time deles não completou a gol tantas chances. Nesse jogo, foi diferente", explicou Gareca. A equipe peruana vinha de um empate sem gols com a Venezuela e de uma vitória por 3 a 1 sobre a Bolívia nas rodadas anteriores.

Gareca mostrou irritação na entrevista coletiva, ao chegar a reclamar do conteúdo das perguntas. "Para um resultado desse tipo, dá para explicar por um pouco de tudo. Mas o máximo responsável sou eu", disse. Para o técnico, o jogo foi equilibrado até o Brasil chegar a dois gols antes dos 20 minutos, um com Casemiro, de cabeça, e outro com Firmino, após falha do goleiro Gallese na saída de jogo.

O Peru terminou a fase de grupos em terceiro lugar, atrás de Brasil e Venezuela, e vai depender agora de outros jogos para ver se consegue ir às quartas de final entre uma das vagas. "Agora vamos ter de esperar. É um resultado muito doloroso. Vamos ter de superar. O Brasil nos superou claramente nesse jogo", disse Gareca, que está no comando do Peru há quatro anos.

O argentino disse que apesar da grande derrota, o Peru precisa considerar que perdeu para uma seleção forte e de muito potencial. "O nosso elenco deu muito mais satisfação ao povo peruano do que vergonha. Eu não vejo que esse jogo foi uma vergonha. Foi parte do futebol. Uma seleção mostrou uma superioridade grande sobre a outra. Isso acontece", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.