Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Técnico do PSG diz que quer manter elenco, mas admite chance de perder Cavani

Atacante uruguaio negocia sua transferência para o Atlético de Madrid

Redação, Estadao Conteudo

21 de janeiro de 2020 | 13h56

O técnico do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, afirmou nesta terça-feira que pretende manter o seu elenco para a sequência da temporada europeia, em meio à atual janela de transferências, mas admitiu que há chances de perder o atacante Edinson Cavani. O uruguaio negocia com o Atlético de Madrid.

"Não queremos perder nenhum jogador, mas isso pode acontecer, é a realidade. Temos que esperar, talvez nada aconteça", declarou o treinador. "Quanto a Cavani, hoje ele é meu jogador e estou feliz por isso."

No entanto, ele disse que o uruguaio pode estar incomodado com a reserva. "É sempre difícil para um jogador ficar no banco quando tem a qualidade dele e está acostumado a jogar a cada três dias no nível mais alto. Sua situação mudou, faltam minutos em campo, ritmo e confiança, o que é muito importante para um atacante e um goleador."

A situação do atacante será definida nos próximos dez dias. A janela de transferências será encerrada no dia 31 deste mês. "A situação não é fácil para ele, eu o entendo completamente. Mas tenho certeza que ele está conosco", disse Tuchel, mostrando confiança.

Cavani ficou fora do treino de segunda-feira e não deve estar à disposição do PSG para o duelo contra o Reims, fora de casa, nesta quarta, pela Copa da Liga Francesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.