Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Técnico do Santos faz alerta: 'Já passou da hora do time ganhar'

Marcelo Fernandes desabafa e fala em 'resultado injusto' no Sul

O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2015 | 06h40

O Santos se orgulha de nunca ter sido rebaixado no Campeonato Brasileiro, mas a cada rodada que passa não consegue de afastar da zona perigosa da tabela. Após a derrota deste domingo por 1 a 0 para o Inter, no Beira-Rio, o técnico Marcelo Fernandes desabafou e pediu para o time não se desanimar.

"Estamos na nona rodada, então já passou da hora de ganhar. Temos um grupo que corre, faz por onde, não baixa a cabeça, então é bola para frente, ninguém morreu. É um jogo em que saímos chateados, mas bola para frente", afirmou o treinador. O Santos tem dez pontos, apenas três a mais que Flamengo e Coritiba, os dois primeiros da zona de rebaixamento.

No Beira-Rio, o time da Vila Belmiro segurou a equipe da casa até aos 31 minutos do segundo tempo, quando levou um gol de falta de Valdivia. "O gol foi achado em uma bola parada que não devíamos ter tomado o gol. Sinceramente, foi o resultado mais decepcionante que tivemos no Brasileirão até agora", resumiu o técnico. O próprio Valdivia admitiu que queria cruzar a bola para a área em vez de chutar direto ao gol.

Desanimado, o técnico lamentou não conseguir obter bons resultados. "Não vou mudar nosso jeito de jogar, mas isso cansa. Jogamos bem, mas precisamos ganhar. O pessoal está chateado no vestiário", contou. O próximo jogo do time é na quinta-feira, contra o Fluminense, no Maracanã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.