Técnico do Sporting lamenta falta de reação contra o Barça

Equipe portuguesa chegou a ficar apenas um gol atrás dos espanhóis, mas não teve condições para empatar

EFE

16 de setembro de 2008 | 20h01

O técnico Paulo Bento, do Sporting, lamentou a falta de poder de reação da equipe portuguesa na derrota de hoje por 3 a 1 para o Barcelona, em partida válida pela primeira rodada do grupo C da Liga dos Campeões da Europa.   Veja também: Barcelona vence Sporting e afasta a crise  Liga dos Campeões – Classificação, calendário e resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão   "No primeiro tempo, não estivemos bem e não tivemos capacidade de reação. O Barcelona nos jogou para perto de nossa área e criou chances de bola parada", explicou o treinador.   Paulo Bento lamentou, sobretudo, o primeiro gol da equipe da casa, marcado aos 21 minutos do primeiro tempo de cabeça pelo zagueiro mexicano Rafa Márquez, após escanteio.   O técnico comentou que o Sporting era melhor em campo quando o Barça chegou ao segundo gol, resultado de um pênalti convertido pelo atacante Samuel Eto'o.   A jogada que originou a penalidade foi discutível, segundo o técnico do Sporting. "Foi uma jogada que não oferecia perigo. Parece que foi uma atitude um pouco forçada por parte do árbitro, mas não pude rever o lance até agora. E mesmo que fosse pênalti, me pareceu uma ação desnecessária tomada por nosso time", acrescentou.   Apesar da derrota, Paulo Bento afirmou que o Sporting não está em situação de perigo visando à próxima fase da Liga. "Seguimos com o mesmo objetivo: garantir uma vaga nas oitavas-de-final. Temos que melhorar nos próximos jogos", concluiu.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.