Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Técnico do Vasco lamenta empate, mas exalta 'doação' dos jogadores

Marcos Valadares vê cruzmaltino empatar em 1 a 1 com o Corinthians, pelo Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2019 | 23h46

O técnico do Vasco, o interino Marcos Valadares, deixou o campo da Arena Amazônia com sentimentos opostos. Ao mesmo tempo em que lamentou o empate por 1 a 1 com o Corinthians, ele se disse satisfeito com a postura e entrega dos seus jogadores na partida disputada em Manaus, pela terceira rodada do Brasileirão.

"Acredito que fizemos uma grande partida. Jogadores se doaram ao máximo. O primeiro tempo foi muito bom e, no segundo, mantivemos o nível até uns 20, 25 minutos. Natural que o Corinthians, com jogadores descansados, conseguisse equilibrar o jogo", declarou o treinador.

"Tivemos possibilidade de sairmos vitoriosos, criamos oportunidades. Saímos perdendo, mas tivemos tranquilidade de continuar tendo a bola no pé. A gente sai chateado com resultado, mas feliz na questão do desempenho que a gente acredita que a equipe vem tendo", concluiu Valadares.

O treinador também ficou satisfeito com o apoio recebido da torcida em Manaus - o Vasco vendeu o mando de campo para atuar na Arena Amazônia. "Achei muito bacana. Estádio cheio, muitos torcedores do Vasco. Gostei muito, e pelo jogo que os atletas fizeram. Estádio bom, campo bom, ajuda muito no espetáculo", comentou.

REFORÇOS

Poucas horas antes do início da partida, o clube carioca confirmou a contratação de dois reforços: o goleiro Sidão e o atacante Jairinho. Ambos já foram inscritos no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e, portanto, estão liberados para defender o Vasco na sequência do Brasileirão.

Sidão chega ao time de São Januário por empréstimo até o fim do ano. Ele estava no Goiás, onde começou a atuar após ser contestado no São Paulo, no ano passado. Jairinho, por sua vez, atuou no Bangu no Campeonato Carioca e assinou contrato de empréstimo com o Vasco até o fim da temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.