Emilio Naranjo /EFE
Emilio Naranjo /EFE

Técnico do Villarreal pede 'jogo perfeito' para desbancar Liverpool na Liga dos Campeões

Unai Emery reconhece equipe inglesa como 'a melhor do mundo', mas acredita nas armas de seu time para superar o placar adverso de 2 a 0

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2022 | 11h40

Às vésperas de enfrentar o Liverpool pela partida de volta da semifinal da Liga dos Campeões, o técnico do Villarreal, Unai Emery tem plena consciência do que sua equipe deve fazer para superar o placar adverso de 2 a 0 construído pelo time de Jürgen Klopp no jogo de ida, em Anfield, na Inglaterra.

Na visão do comandante espanhol, sua equipe deve fazer “uma partida perfeita” e usar o fator casa como um trunfo para reverter o placar adverso e carimbar uma vaga na final da competição continental. São esperados cerca de 23 mil torcedores no La Cerámica, casa da equipe espanhola, para a partida desta terça-feira.

“Estamos muito empolgados. Vamos jogar uma semifinal de Liga dos Campeões. Jogamos 90 minutos com os favoritos, que ganharam com justiça de nós em seu estádio. Porém, conseguimos defender bem e estamos focados em jogar nossa partida, explorar nossas opções, enfrentá-los e ganhar os duelos”, afirmou o treinador em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira.

“Primeiramente, jogamos em La Ceramica, com nossa torcida; segundo, temos de ganhar; terceiro, temos de defender. Nossa partida defensiva deve ser brutal. A partir disso, devemos encontrar o que não encontramos [no jogo de ida], nossa forma de jogar. Não buscamos referências externas, mas coisas nossas. Encontrar uma referência em nosso jogo que permita nos aproximar deles”, seguiu.

“O fator campo foi muito importante em Liverpool, gostaríamos que aqui isso se repita, só que a nosso favor. A torcida se sente muito orgulhosa deste projeto. Teremos 23 mil torcedores amarelos que estão orgulhosos. Estamos aqui e queremos jogar a final. Trabalhamos para ganhar a partida. Não basta estarmos aqui e nos sentirmos orgulhosos”, disse o comandante.

Emery reconhece que enfrentará a “melhor equipe do mundo”, mas também salienta que o Villarreal possui “suas armas” para superar o oponente. Além das dificuldades já conhecidas, a equipe espanhola precisará alcançar um feito inédito na temporada: vencer o Liverpool por mais de dois gols de diferença.

“Temos de encontrar deficiências. Temos consciência das estatísticas, mas estamos trabalhando para provar que somos capazes. Estamos focados em nosso trabalho interno.Temos de fazer uma partida perfeita, buscar a excelência”, concluiu Emery.

O duelo que define o primeiro finalista da Liga dos Campeões acontece nesta terça-feira, às 16h, no estádio La Cerámica, casa do Villarreal, na Espanha.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.