Técnico e companheiros criticam Grafite por expulsão

O atacante brasileiro Grafite foi criticado pelo seu técnico e por companheiros de equipe do Wolfsburg, nesta quinta-feira, depois de ter sido expulso no empate por 0 a 0 com o Besiktas, na última quarta, pela Liga dos Campeões da Europa.

AE, Agencia Estado

22 de outubro de 2009 | 12h01

Artilheiro do último Campeonato Alemão, com 28 gols, e grande destaque da campanha do histórico título nacional para a equipe, Grafite está há mais de cinco semanas sem marcar e agora passou a ser criticado por ter cometido um ato de indisciplina.

O técnico do Wolfsburg, Armin Veh, afirmou que conversará com Grafite depois de qualificar como "estúpido" o cartão vermelho que o brasileiro recebeu depois de empurrar o rosto de Ibrahim Kas, do Besiktas. "Isso não deveria acontecer com ele. Ele nos prejudicou", disse Veh.

Grafite também foi criticado por seus companheiros pela sua expulsão. "Foi um erro burro e isso foi ruim para o time", afirmou o atacante Edin Dzeko.

Ao mesmo tempo, o brasileiro também foi apoiado pelos companheiros de equipe, que garantem que ele irá retomar a boa fase. "Muito era esperado do Grafite após a última temporada", lembrou o meia Sascha Riether. "Nós temos de ajudá-lo", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.