Vitor Silva/SSPress
Vitor Silva/SSPress

Técnico elogia Botafogo e minimiza sufoco no fim de jogo

Duelo contra o Madureira marcou a estreia dos titulares na temporada 2014

Agência Estado

24 de janeiro de 2014 | 10h41

RIO - Depois de ver o Botafogo vencer o Madureira por 2 a 1, na noite da última quinta-feira, em São Januário, o técnico Eduardo Húngaro disse ter ficado satisfeito com o desempenho da sua equipe, embora a mesma tenha passado um sufoco para segurar o resultado que o deixou na vice-liderança do Campeonato Carioca, com cinco pontos ganhos. O duelo marcou a estreia dos titulares na temporada, fato que também foi pesado pelo comandante em função da condição física dos jogadores, que ainda não é a ideal.

"Para primeiro jogo (dos titulares), achei excelente. Principalmente no primeiro tempo a equipe conseguiu reproduzir tudo aquilo que a gente vem treinando. Acho que em alguns momentos do segundo tempo a equipe esteve bem e, em função do momento que a gente está, embora a equipe esteja bem preparada fisicamente, era natural que o Madureira, que vem sem preparando há mais tempo, tivesse uma superioridade física no final", analisou o treinador.

Húngaro reconheceu que o Madureira vinha de uma série de partidas em um curto intervalo de tempo, mas mesmo assim considera que o rival entrou em campo ostentando uma vantagem física em relação aos botafoguenses. "Embora o Madureira tenha feito três jogos em seis dias, é uma equipe que está há mais tempo treinando e a gente já esperava uma dificuldade no fim do jogo", repetiu.

Depois de ter derrotado o Madureira, o Botafogo voltará a campo neste domingo, quando enfrentará a Cabofriense, às 17 horas, fora de casa, pela terceira rodada do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.