Ricardo Duarte / SC Internacional
Ricardo Duarte / SC Internacional

Técnico elogia campanha do Inter, mas alerta: 'Ainda não chegamos a lugar nenhum'

Odair Hellmann justifica ida para Atibaia durante a Copa e conta com volta de D'Alessandro após a Copa

Estadão Conteúdo

14 Junho 2018 | 09h38

O Internacional vai permanecer no G4 do Brasileirão durante o mês de parada para a Copa do Mundo, mas o desempenho da equipe gaúcha até aqui não ilude o técnico Odair Hellmann. Em quarto lugar na competição, com 22 pontos em 12 rodadas, o time colorado estendeu a série invicta para oito jogos sem perder com a vitória por 3 a 1 sobre o Vasco, nesta quarta-feira à noite, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

+ Renato Gaúcho valoriza ponto do Grêmio fora antes de parada do Brasileirão

+ Com desfalques, técnico do Flamengo se diz satisfeito com empate em São Paulo

"Não ganhamos nada ainda, não chegamos a lugar nenhum. Cumprimos um bom objetivo nessa primeira parte do campeonato. Precisamos retornar depois dessa parada, no mínimo, da mesma maneira. Que a gente possa aproveitar muito bem essa pausa e treinar forte, porque foi só um terço do torneio", afirmou o treinador em coletiva de imprensa.

Jogadores e comissão técnica do Internacional vão ganhar dez dias de folga a partir desta quinta-feira. O elenco vai se reapresentar no dia 25 e trabalhar em Porto Alegre até 4 de julho, quando viajará para Atibaia, cidade no interior de São Paulo, para fazer intertemporada até o dia 13.

"É importante, não só a ida à Atibaia, onde todos possam estar juntos e estreitar os laços de grupo, mas também treinar e trabalhar forte, como a gente fez nesses primeiros 12 jogos. Não podemos deixar cair, para isso precisamos aproveitar em todos os níveis", disse Hellmann, que só vai comandar de novo a equipe gaúcha contra o Atlético-PR, em 19 de julho, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Quando a competição voltar, o treinador espera ter o retorno de D'Alessandro dentro de campo, apesar de não rotular o meia como reserva nem titular do time. O argentino trata de entorse no tornozelo esquerdo e não joga desde a quarta rodada do torneio, quando o Inter perdeu por 2 a 0 para o Flamengo, no Maracanã, no Rio.

"O D'Alessandro faz parte do grupo do Internacional. Ele é um jogador importantíssimo, tanto dentro como fora do gramado. Vai nos ajudar muito. Infelizmente, ele não pôde participar neste momento, mas nos ajudou no vestiário. Vai voltar depois do período de folga e ser muito importante", garantiu Hellmann.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.