Técnico elogia defesa da Espanha, mas pede cautela

Vicente Del Bosque não poupou elogios à atuação da defesa espanhola na vitória por 1 a 0 sobre Portugal, nesta terça-feira. O técnico destacou a marcação sobre Cristiano Ronaldo, apagado na partida que decretou a eliminação dos portugueses na Copa do Mundo da África do Sul.

AE, Agência Estado

29 de junho de 2010 | 19h19

"Hoje nos sentimos cômodos, jogamos bem e estivemos atentos na defesa. Quando jogadores como Cristiano Ronaldo passam despercebidos no jogo, isso é mérito dos homens da defesa, exaltou o treinador, que também ficou satisfeito com o domínio espanhol durante todo o jogo.

"A partida foi muito intensa. No segundo tempo, estávamos melhor que Portugal. Nós tivemos maior profundidade nas nossas jogadas e controlamos jogo muito bem. O toque de bola da Espanha foi muito mais eficiente. Quando tínhamos a bola, criávamos muitas situações de perigo. Se jogarmos assim, é difícil que nos controlem", avaliou.

Apesar do bom toque de bola, os espanhóis só chegaram ao gol da vitória na metade do segundo tempo. Com a vantagem no placar, o time melhorou em campo, principalmente depois da entrada de Llorente no lugar de Torres.

Questionado sobre a mudança, Del Bosque elogiou o desempenho de Torres, que ainda não brilhou neste Mundial. "Torres cumpriu com aquilo que tinha que fazer e, internamente, nós sabíamos que estávamos bem. Este grupo quer fazer história, então veremos se a sorte nos ajuda. Ao menos já estamos entre os oito melhores".

O técnico, porém, quer evitar qualquer empolgação no grupo espanhol e pediu cautela. "No futebol é preciso caminhar com muito cuidado, porque de uma partida a outra as coisas mudam", declarou, de olho na partida com o Paraguai, pelas quartas de final.

"O Paraguai é um excelente rival e está fazendo um bom Mundial. Temos que ter respeito e tentar conquistar a vaga na semifinal. Devemos ir passo a passo, com o máximo de respeito ao adversário que está no mesmo nível que nós, nas quartas de final".

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolEspanhaDel Bosque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.