Chico Ferreira/CBF
Chico Ferreira/CBF

Técnico Gallo exalta bom 1º tempo da seleção sub-21 em Cuiabá

Base do grupo para os Jogos Olímpicos do Rio em 2016, equipe brasileira derrota a Bolívia por 3 a 1 na Arena Pantanal

Estadão Conteúdo

11 de outubro de 2014 | 11h33

Com um primeiro tempo de encher o torcedor de esperança para o futuro, a seleção brasileira sub-21 - base da equipe que tentará ganhar uma inédita medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016 - derrotou a Bolívia por 3 a 1, na noite de sexta-feira, 10, na Arena Pantanal, em Cuiabá. O técnico Alexandre Gallo mostrou enorme satisfação e felicidade com o desempenho do time em campo.

"Vencer é sempre importante. Mas o principal deste amistoso foi o desempenho da seleção brasileira no primeiro tempo. Os jogadores fizeram exatamente o que foi pedido: trabalharam a bola, troca de passes e marcação na saída de bola do adversário", disse Gallo.

Para o segundo tempo, o treinador fez todas as seis substituições possíveis e, como consequência, o ritmo caiu. Mas Gallo não se importou com essa queda. "Como nós conseguimos fazer o resultado na primeira etapa, pude dar oportunidade para os jogadores que foram convocados pela primeira vez. E ver o desempenho de cada um dentro de campo", analisou.

Autor de dois gols, o atacante Thalles era só alegria depois da vitória contra a seleção principal da Bolívia, que não contou com o centroavante Marcelo Moreno, do Cruzeiro, um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro. "Estou muito feliz com o desempenho da seleção. É o início de um trabalho que se encerrará com a conquista do ouro olímpico", afirmou o jogador do Vasco.

Neste sábado, a delegação brasileira viajou para Brasília, onde nesta segunda-feira fará mais um amistoso. Será contra a seleção sub-23 dos Estados Unidos, no estádio Mané Garrincha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.