Técnico hondurenho quer vitória para 'salvar honra'

Apesar de não ter nenhum ponto na Chave H da Copa do Mundo da África do Sul, o treinador Reinaldo Rueda ainda tem esperança na classificação da seleção hondurenha para as oitavas de final da competição. Para passar à próxima fase, a equipe da América Central precisa vencer a Suíça nesta sexta-feira por um bom saldo de gols e torcer por uma derrota da Espanha no confronto com o Chile.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 19h13

"Esta é a partida da dignidade, mas também envolve a classificação, algo que também depende do resultado do outro jogo", disse o treinador de Honduras, ciente de que a proeza será muito difícil de ser realizada.

A seleção hondurenha também sonha com a primeira vitória em um Mundial. Na sua estreia em uma Copa do Mundo, na Espanha, em 1982, foram dois empates e uma derrota. "Tomara que tenhamos um resultado favorável para salvar a honra porque é isso que espera desta seleção. Todo mundo disse que Honduras deveria estar feliz por somente estar na Copa e era isso que eu queria superar", enfatizou Reinaldo Rueda.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolHondurasSuíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.