Harry Redknapp/Reuters
Harry Redknapp/Reuters

Técnico inglês é assaltado na entrada do estádio em Madri

Harry Redknapp, do Tottenham, diz que ficou tão atônito que mal conseguiu prestar atenção no jogo

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2011 | 11h03

O técnico do Tottenham, Harry Redknapp, foi assaltado na última quinta-feira em Madri, onde esteve para assistir ao clássico entre Atlético de Madrid e Real Madrid pela Copa do Rei e, segundo a rede de televisão BBC, observar de perto o atacante uruguaio Diego Forlán. O jogo terminou com vitória por 1 a 0 do Real, que garantiu vaga nas semifinais do torneio.

O inglês foi surpreendido por um grupo de seis assaltantes na entrada do estádio Vicente Calderón enquanto comprava doces. Ele teve a carteira e objetos pessoais levados. "Foi inacreditável. Acho que eles não sabiam quem eu era, mas tiveram resultado", disse Redknapp.

O técnico, que não prestou queixa à polícia, ainda passou por apuros para voltar a seu hotel. "Eles foram para o melhor restaurante, enquanto eu e me assistente (Kevin Bond) não tínhamos dinheiro nem sequer para uma taça de vinho."

Redknapp disse ainda que ficou tão atônito com o incidente que mal conseguiu prestar atenção no jogo, do qual saiu 15 minutos antes do fim.

Segundo a BBC, o objetivo da viagem foi acompanhar a atuação de Forlán, eleito o melhor jogador da última Copa do Mundo e que seria o principal alvo do Tottenham para a próxima temporada. O técnico admitiu interesse no jogador do Atlético de Madrid, mas alegou que seu clube não tem dinheiro para contratá-lo.

Forlán tem contrato com o clube espanhol até 2013 e uma multa rescisória de cerca de 36 milhões de euros (aproximadamente R$ 82 milhões). No fim do ano passado, o uruguaio teve sua contratação supostamente oferecida a Corinthians e Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.