Emilio Naranjo/EFE
Emilio Naranjo/EFE

Técnico interino do Real Madrid não garante usar Vinicius Junior com mais frequência

Santiago Solari minimiza euforia com jovem brasileiro: 'Ele é só mais um integrante do elenco'

EFE

30 Outubro 2018 | 11h47

O técnico interino do Real Madrid, Santiago Solari, que assumiu o cargo após a demissão de Julen Lopetegui, ocorrida nesta segunda-feira, 29, evitou qualquer tipo de euforia ao falar do atacante Vinicius Junior, com quem vem trabalhando desde agosto na equipe B.

A situação do ex-jogador do Flamengo foi abordada em entrevista coletiva concedida hoje por Solari, que, no entanto, não prometeu utilizá-lo com mais frequência que seu antecessor.

Um dos fatores que pesou contra Lopetegui foi não ter relacionado Vinícius Júnior para a derrota para o Barcelona no último domingo, por 5 a 1, mesmo depois do esforço da diretoria em cancelar a suspensão que o brasileiro teria que cumprir por ter sido expulso defendendo o Real Madrid Castilla.

"Vini é mais um jogador do elenco, vai ficar à disposição assim como o restante. Ele é só mais um integrante do elenco, um garoto muito jovem e muito talentoso. Tem muito a aprender e muito a dar. Agora e no futuro", declarou o treinador, que como jogador defendeu o Real de 2000 a 2005.

Apesar de não ter rasgado elogios a Vinícius Júnior, o argentino o vê pronto para ser útil ao atual campeão europeu. "Não há jogadores no elenco principal do Real Madrid que não tenham nível para o elenco principal do Real Madrid", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.