Técnico interino muda tudo no Guarani

A contragosto na função de técnico interino do Guarani, o fisicultor Lino Fachini Júnior surpreendeu ao comandar o treino coletivo desta sexta-feira à tarde, no Brinco de Ouro. Ele não só alterou o esquema tático, trocando o 3-5-2 pelo 4-4-2, como também confirmou a presença, desde o início do jogo contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu, de Harrison no ataque, ao lado de Viola.Com estas mudanças, a expectativa de Fachini é que o time ganhe força na marcação, por causa do esquema, e melhore no ataque, deixando alguém mais perto de Viola."O rendimento do treino foi muito bom", comemorou Harrison, meia-atacante revelado pelo São Paulo e com passagem pelo futebol japonês. Com sua entrada, Alexandre volta a atuar no meio-de-campo e Patrick continua como ala-esquerdo."O time terá quatro zagueiros, dois volantes e dois meias. Assim, espero que o time fique mais equilibrado", comentou, timidamente, Lino Fachini, que vai mesmo dirigir o time contra o Corinthians. "Eu esperava que a diretoria conseguisse um técnico, mas infelizmente vou colaborar."Outra novidade no treino foi a participação do atacante Sandro Hiroshi, que fez seu primeiro coletivo após a recuperação de uma cirurgia do ligamento cruzado do joelho direito. Ele participou por 30 minutos entre os titulares e marcou um dos quatro gols - Viola, Alexandre e Harrison completaram o placar de 4 a 0.A diretoria ainda não definiu um substituto para o técnico Joel Santana, demitido há uma semana. Por outro lado, confirmou a contratação do lateral-direito Dida, de 24 anos, junto ao Brasiliense, e praticamente definiu a contratação do atacante Valdir Papel, ex-Sport.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.