Técnico Karel Bruckner anuncia aposentadoria do futebol

O treinador checo Karel Bruckner, de 69 anos, disse nesta quarta-feira que sua carreira no futebol chegou ao fim. Ele deixou o comando da seleção austríaca no início deste mês, depois de conquistar apenas uma vitória em sete partidas disputadas.

AE-AP, Agencia Estado

18 de março de 2009 | 10h34

"Minha carreira como técnico acabou", disse o agora ex-treinador ao diário checo Sport. Bruckner começou sua trajetória no comando de clubes em 1973, no SK Sigma Olomouc, que também defendeu como jogador. Ele teve o auge da carreira entre 2001 e 2008, quando dirigiu a seleção da República Checa em duas Eurocopas e uma Copa do Mundo.

Esta é a segunda vez que Bruckner anuncia o fim de suas atividades no futebol. No início de 2008 ele afirmou que encerraria a carreira após a Eurocopa, mas mudou de ideia. "Não tinha clima para me aposentar depois do fim daquele jogo brutal contra a Turquia", disse.

Na partida, os checos levaram três gols nos 15 minutos finais, perderam por 3 a 2, e acabaram eliminados do torneio europeu de seleções. Desta vez, no entanto, o treinador afirmou que a decisão é definitiva, e que não há possibilidade de voltar atrás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.