EFE|Peter Klaunzer
EFE|Peter Klaunzer

Técnico lamenta susto do Liverpool após 1ª gol do Sevilla e critica arbitragem

Klopp acha que não foram marcados dois pênaltis sua equipe

Estadão Conteúdo

18 de maio de 2016 | 20h30

Jürgen Klopp não escondeu o desânimo por mais um tropeço com o Liverpool em uma final nesta temporada. Após falhar na Copa da Liga Inglesa, o tradicional time inglês foi derrotado de virada pelo Sevilla, por 3 a 1, nesta quarta-feira, na decisão da Liga Europa. A partida era a grande aposta para "salvar" a temporada do Liverpool.

O time inglês, que agora ficará sem vaga nas competições europeias da próxima temporada, até começou bem no duelo disputado na Basileia. Fez a 1 a 0 no primeiro tempo e teve chances suficientes para ampliar a vantagem antes do intervalo. No entanto, sucumbiu à rápida virada do Sevilla no começo do segundo tempo. O empate aconteceu aos 17 segundos da etapa.

"Obviamente o primeiro gol do Sevilla teve grande influência sobre o nosso jogo. Nesse momento perdemos a fé nosso jeito de jogar. Mudamos o estilo de passes simples e rápidos para passes complicados. Perdemos nossa formação, que deixou de ser compacta. E não apenas nosso time ficou chocado com o gol, a torcida também", comentou o treinador, que buscava seu primeiro título no comando do Liverpool.

Klopp reconheceu que seu time reagiu mal ao gol e não soube retomar a concentração para desempatar quando estava 1 a 1 ou buscar a igualdade quando já perdia por 2 a 1.

"Nós levamos o empate mas ainda tínhamos 44 minutos para atacar de novo. Qual foi o problema? Nossa reação foi o problema. Precisamos aprender a reagir melhor em situações como essa. E esse é o meu trabalho: fazer com que eles melhorem nisso", declarou.

O treinador, contudo, não deixou de reclamar da arbitragem polêmica no primeiro tempo. O Liverpool pediu dois pênaltis, por toques de mão na bola dentro da área (um deles foi claramente intencional), e ainda teve um gol anulado, por impedimento.

"Em todas as entrevistas que tive depois do jogo vieram me falar que houve dois toques de mão na bola no primeiro tempo. Hoje aconteceram umas quatro decisões determinantes para o resultado do jogo, talvez mais. Mas estas decisões vieram todas contra nós", reclamou o treinador.

Com a vitória na final disputada na Basileia, o Sevilla se sagrou tricampeão da Liga Europa. Tem agora cinco troféus da competição. E garantiu a vaga na fase de grupos da próxima Liga dos Campeões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.