Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Técnico Luiz Felipe Scolari trabalha para melhorar ataque do Palmeiras

Equipe alviverde tem média de somente meio gol por jogo nas últimas seis partidas

Daniel Akstein Batista, estadão.com.br

23 de agosto de 2011 | 18h08

SÃO PAULO - Nos últimos seis jogos, o Palmeiras marcou apenas três gols. Por isso, o técnico Luiz Felipe Scolari tem trabalhado insistentemente para melhorar a produção ofensiva palmeirense, o que fez novamente no treino realizado na tarde desta terça-feira. Mesmo porque, o time depende de uma vitória por 3 a 0 sobre o Vasco, na quinta, no Pacaembu, para avançar na Copa Sul-Americana - no jogo de ida, no Rio, perdeu por 2 a 0.

Durante o treino desta terça-feira, Felipão fez um trabalho de ataque contra a defesa, utilizando apenas metade do campo. E insistiu bastante para os atacantes buscarem os espaços na marcação adversária. Entre os titulares, o atacante Kleber e o lateral-direito Cicinho foram poupados da atividade e ficaram apenas fazendo fortalecimento muscular - ambos, porém, não preocupam para o jogo de quinta.

Outro ausente no treino foi o lateral-esquerdo Gabriel Silva, que voltou da seleção brasileira Sub-20 com um desconforto muscular na perna esquerda. Apesar de os exames não terem detectado lesão, ele ainda é dúvida para o jogo de quinta-feira. E, se não puder jogar, Gerley será o titular da posição diante do Vasco.

Apesar de reconhecer a necessidade de buscar os gols para conseguir a classificação, Cicinho pediu cuidado ao Palmeiras contra o Vasco. "Primeiro, temos que ter atenção. Não podemos sair desesperados e deixar livre atrás", disse o lateral. "Estamos focados. De preferência, temos que tentar marcar um gol logo no início do jogo."

Para enfrentar o Vasco, o time do Palmeiras está praticamente escalado, dependendo apenas da definição do lateral-esquerdo, o que só acontecerá nesta quarta-feira. Felipão deve mandar a campo Marcos; Cicinho, Thiago Heleno, Henrique e Gabriel Silva (Gerley); Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia; Luan, Kléber e Maikon Leite.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasFelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.