Técnico Mancini quer deixar a Inter no fim da temporada

Treinador não suporta baque com desclassificação da equipe na Liga dos Campeões da Uefa

Mark Meadows, REUTERS

11 de março de 2008 | 20h04

O técnico da Inter de Milão, Roberto Mancini, disse nesta terça-feira que quer deixar o clube ao final da temporada.  Imediatamente após a eliminação da Inter da Liga dos Campeões com a derrota para o Liverpool, Mancini disse aos repórteres querer sair do time líder do Campeonato Italiano em dois meses. Veja também: Liverpool vence e está nas quartas da Liga dos Campeões "Os próximos dois meses e meio serão meus últimos no comando da Inter", afirmou o treinador em entrevista coletiva.  "Eu disse aos meninos e é certo dizer a todos. É uma decisão que tomei e não depende da derrota desta noite." A Inter foi campeã italiana sob o comando de Mancini na temporada passada e está seis pontos à frente no atual torneio. Entretanto, o time foi eliminado da competição européia nas oitavas-de-final pelo segundo ano seguido. Mancini, técnico da Inter desde julho de 2004, acrescentou que quer deixar a Inter com outro scudetto e uma Copa da Itália na bagagem. Há alguns meses, a mídia italiana informou que o dono da Inter, Massimo Moratti, manteve conversas com o ex-técnico do Chelsea José Mourinho, mas o clube e o treinador português negaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.