Técnico mantém aposta em Paulo Henrique no Santos

Vágner Mancini espera que o meia mantenha a regularidade nas próximas partidas da equipe da Vila Belmiro

Sanches Filho, Agencia Estado

27 de março de 2009 | 18h34

SANTOS - O meia Paulo Henrique Lima foi um dos destaques do Santos na vitória por 3 a 0 sobre o Santo André, quarta-feira, na Vila Belmiro, e foi mantido pelo técnico Vágner Mancini para o duelo com o Barueri. O treinador, porém, espera que a revelação mantenha uma regularidade de atuações.

Veja também:

linkMancini aposta nos contra-ataques para Santos vencer

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

"O jogo contra o Santo André não foi o primeiro em que Paulo Henrique foi bem. Gostei da sua atuação contra o Mogi Mirim, mas tive que mexer no time em seguida. Agora espero que ele tenha regularidade de produção", disse o técnico. "Ele é um jogador que dá velocidade à bola, se movimenta com dinâmica e tem condições sim de ser o jogador ideal para atuar ao lado de Madson e Neymar", completou.

A explicação de Paulo Henrique Lima para o seu futebol estar aparecendo mais agora é que ele sentiu que poderia se tornar titular e passou a se empenhar mais nos treinos. E não esconde o contentamento quando ouve que ele é o jogador ideal para completar o meio-de-campo santista. "Sou um falso lento. Tenho passadas largas e quando parto com a bola o adversário não consegue me pegar".

Sempre comparado ao ídolo Giovanni, que o indicou ao Santos, Paulo Henrique Lima era visto com desconfiança pelos técnicos que antecederam Mancini, em razão de não se preocupar em marcar, além de ''desaparecer'' do jogo em alguns momentos. "Vivo um novo momento e não estou barrando Molina e Lúcio Flávio, mas agora que tive essa grande oportunidade, quero me firmar como titular", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.