Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Técnico Marcelo Veiga morre aos 56 anos vítima da covid-19

Treinador comandou diversos times do interior de São Paulo; ele estava internado desde o fim de novembro na Santa Casa de Bragança Paulista

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2020 | 17h13

O técnico Marcelo Veiga morreu nesta segunda-feira, aos 56 anos, em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus. O treinador estava internado desde o fim de novembro na Santa Casa de Bragança Paulista. Antes de contrair a covid-19, Marcelo Veiga comandava o São Bernardo na Copa Paulista. Nascido em São Paulo, Veiga é um técnico lendário no interior paulista, com passagens por diversos clubes. Comandou o Bragantino na campanha do título da Série C do Campeonato Brasileiro em 2007 e o Botafogo-SP no título da Série D em 2015.

Foi o técnico que mais comandou o Bragantino, com 516 jogos, somando as seis passagens que teve pelo clube. O time lamentou sua morte. "Seu legado e importância foram inegáveis para o clube, que presta sua homenagem desejando muita força aos amigos e familiares, e uma passagem de luz e paz ao treinador. Obrigado, Veiga!"

Outros clubes também prestaram homenagem ao treinador por meio das redes sociais (veja mais abaixo). A Federação Paulista de Futebol decretou luto de três dias por causa da morte de Veiga. "A FPF deseja força aos amigos e familiares neste momento difícil", escreveu a enti

Antes de ser treinador, Marcelo Veiga foi lateral-esquerdo e acumulou passagens por clubes como Santos, Internacional, Portuguesa, Fortaleza, Bahia, entre outros. Marcou o gol do título cearense pelo Ferroviário em 1988 e também foi campeão gaúcho e da Copa do Brasil com o Inter, em 1992.

Nesta temporada, Marcelo Veiga vinha desenvolvendo bom trabalho no São Bernardo. Foi semifinalista da Série A2, perdendo o acesso ao Paulistão para o São Bento com placar de 3 a 2 no agregado após duas partidas. Já na Copa Paulista, o time está na semifinal contra a Portuguesa. A equipe vinha sendo comandada por Sérgio Ricardo desde que Veiga contraiu coronavírus. 

A Portuguesa, aliás, também lamentou a morte a Veiga. "A Portuguesa se solidariza com o São Bernardo, nosso atual adversário na semifinal da Copa Paulista, pelo falecimento de seu técnico, Marcelo Veiga, devido ao coronavírus. Marcelo já havia comandado a Lusa em 2014. Desejamos força nesse momento difícil". No primeiro jogo da semifinal, Portuguesa e São Bernardo empataram por 1 a 1.

CLUBES LAMENTAM A MORTE DE VEIGA

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.