Técnico minimiza elogios e lamenta derrota do Gamba

O Gamba Osaka encarou o Manchester United com postura de franco-atirador. Zebra no duelo por uma vaga na decisão do Mundial de Clubes, o time se lançou ao ataque e teve chances de gol até o time inglês abrir o placar. A postura do time japonês foi elogiada por Alex Ferguson, mas Akiro Nishino, treinador do Gamba, preferiu minimizar a situação. "Ainda que me felicitem pelo jogo, não estou feliz, perdemos a partida", afirmou. Apesar da postura ofensiva no início do jogo, o Gamba Osaka conseguiu marcar seus gols na derrota por 5 a 3 apenas após 29 minutos do segundo tempo. Para o treinador, a defesa do Gamba Osaka falhou demais no duelo com o Manchester United. "É certo que não nos intimidamos, fomos agressivos e nos arriscamos, mas permitimos cinco e não posso dizer que estou feliz".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.