Técnico quer Guarani mais ?agressivo?

O Guarani vai aproveitar a semana que antecede seu jogo contra o Juventude, domingo à tarde, no Brinco de Ouro, em Campinas, para achar uma fórmula de ser mais agressivo sem perder a força de marcação dentro do Campeonato brasileiro. A entrada de um meia de ligação, Dinélson ou Marquinhos, é dada como certa. A dúvida é para saber que vai deixar o time.Talvez o técnico Barbieri encontre uma maneira de não deixar ninguém de fora. Acontece que o lateral-direito Ruy terá que cumprir suspensão automática e o meio campo Simão pode ser improvisado no setor. O reserva imediato da lateral é Patrício, mas que teve uma atuação muito ruim no jogo em que o Guarani-B perdeu para o Rio Claro, por 1 a 0, sexta-feira, pela Copa Estado de São Paulo."O Simão tem um forte poder de marcação sem deixar de ser criativo. Ele pode ser usado como lateral", admitiu o técnico que vai testar esta formação nos treinos da semana. Por outro lado, o volante Émerson está se recuperando de um entorse no tornozelo d ireito, mas garantiu que estará em campo domingo.Comissão técnica e diretoria não admitem outro resultado se não a vitória, mesmo porque o Juventude não está na relação de "grandes clubes" do Campeonato Brasileiro. O Guarani tem 40 pontos e ocupa a 11ª posição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.