Juan Herrero/EFE
Juan Herrero/EFE

Técnico quer que Bélgica ganhe 3º lugar da Copa para garantir 'subida de patamar'

Belgas vão enfrentar a Inglaterra neste sábado, às 11 horas (de Brasília), em São Petersburgo

Estadão Conteúdo

13 Julho 2018 | 15h34

O técnico Roberto Martínez espera que a Bélgica deixe uma boa impressão na última partida da seleção na Copa do Mundo da Rússia. A equipe treinada pelo treinador espanhol vai enfrentar a Inglaterra na disputa pelo terceiro lugar do Mundial, às 11 horas (de Brasília) deste sábado, em São Petersburgo.

+ Vitória contra a Inglaterra valerá a cada jogador da Bélgica R$ 1,4 milhão

+ Bélgica tem treino animado e parabéns ao técnico Roberto Martínez por aniversário

"Nós não queremos sair da Copa com nada menos do que um bom sentimento. Nós vamos dar tudo nosso para ter um bom resultado. Seria um feito terminar em terceiro lugar pela primeira vez na história da Bélgica", afirmou Martínez em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, em São Petersburgo.

A seleção belga já igualou a melhor campanha do país em Copas do Mundo, que aconteceu na edição de 1986. Na ocasião, os belgas alcançaram a semifinal, fase em que foram eliminados pela Argentina de Diego Maradona. Na disputa de terceiro lugar, derrota para a França de Michel Platini.

"Fomos uma equipe nesta Copa que elevou o patamar de jogo na história do futebol belga a um novo nível. Devemos ratificar isso com um triunfo no último dia e terminar a competição da melhor maneira possível", pregou o treinador, que nesta sexta-feira completou 45 anos e por isso foi aplaudido pelos jogadores durante o treinamento da seleção.

 

Apesar de a talentosa geração belga não conseguir conquistar o título na Rússia, o técnico aprovou a participação e exaltou as qualidades do meia Eden Hazard. O atacante foi durante o Mundial uma das principais referências técnicas da Bélgica e o capitão da equipe no torneio.

"Hazard nunca cai de rendimento, tanto no nível de jogo quanto na atitude. Ele é um grande líder e um dos jogadores mais completos do futebol moderno. Há poucos no mundo melhores que ele quando fica no mano a mano contra um marcador. Pode desarmar uma defesa com só uma ação", afirmou o espanhol que "recomendou" a contratação do comandado.

"Ele tem uma mentalidade vencedora. Por causa disso é possível criar uma equipe campeã ao redor dele. Pode jogar em qualquer um dos melhores times do mundo", disse Martínez sobre Hazard, jogador do Chelsea desde 2012.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.