Técnico recua e garante que fica no comando da Lazio

O técnico Edy Reja decidiu recuar na sua intenção de deixar o comando da Lazio, após dar indícios de que deixaria a equipe. No último fim de semana, o time perdeu para o Genoa por 2 a 1, em duelo válido pelo Campeonato Italiano, e foi alvo de fortes protestos dos torcedores do clube italiano.

AE, Agência Estado

20 de setembro de 2011 | 11h47

Revoltado com a situação, Reja declarou estar cansado de trabalhar sob tais condições, dando a entender que poderia pedir demissão. Antes, na semana passada, a Lazio havia decepcionado na sua estreia na fase de grupos da Liga Europa ao apenas empatar com o Vaslui, da Romênia, por 2 a 2.

Nesta terça-feira, porém, Reja declarou que permanecerá no comando da Lazio. "Me reuni com o presidente e o plantel, esclareci as coisas e eu decidi continuar", disse o treinador, que vai dirigir a equipe na quarta-feira, fora de casa, contra o Cesena. Na estreia no Campeonato Italiano, o time empatou por 2 a 2 com o Milan, com gols do alemão Miroslav Klose e do francês Djibril Cissé.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLazioEdy Reja

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.