Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Técnico Ricardo Gomes destaca força do elenco do São Paulo

Contra o Avaí, meia Hugo saiu do banco de reservas para garantir a vitória e encostar no líder Palmeiras

Redação,

13 de setembro de 2009 | 14h16

Assim como na última vitória, sobre o Cruzeiro, um jogador saiu do banco de reservas para mudar o ritmo do jogo e garantir mais três pontos para o São Paulo, no Campeonato Brasileiro. Dessa vez, a vítima da substituição de Ricardo Gomes foi o Avaí, quando o meia Hugo decretou o 2 a 0, aos 39 minutos do segundo tempo, sábado, no Morumbi.

Veja também:

link Rogério sente tornozelo, mas diz não se preocupar

link JOGO - Leia como foi São Paulo 2x0 Avaí 

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Apesar da estratégia novamente ter dado certo, o técnico atribui o resultado à vontade dos jogadores de cavar uma vaga entre os titulares do elenco. Ricardo Gomes fez questão de afastar o rótulo de que tem estrela para mexer no time.

 

"Falar em estrela fica muito vago. O que interessa é a participação de todos do elenco. Eles não ficam satisfeito por estarem no banco, mas entram com motivação", avaliou. "O jogo pede um jogador que está de fora e ele entra motivado", completou.

 

Contra o Cruzeiro, pela 23.ª rodada, Ricardo Gomes colocou Marlos e Borges no time. Não deu outra. Os dois fizeram os gols da virada por 2 a 1 e, a partir daí, o comandante passou a dizer que tem 16 titulares no elenco.

 

"Isso prova o comprometimento dos jogadores com o nosso objetivo, independente de sair ou não jogando. É isso que me satisfaz", disse.

 

Com a vitória, o São Paulo assumiu a terceira colocação, empatado com o Internacional, e já faz sombra ao líder Palmeiras. O time do Morumbi soma 43 pontos, um a menos que o arquirrival, que enfrenta neste domingo o Vitória, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.