Técnico são-paulino aprova camisa comemorativa usada no domingo

Uniforme todo vermelho - inclusive patrocinadores e distintivo - causou estranheza aos torcedores

AMANDA ROMANELLI, Agência Estado

29 de abril de 2013 | 08h32

SÃO PAULO - O técnico Ney Franco defendeu o uniforme que o São Paulo usou na vitória por 1 a 0 sobre o Penapolense, domingo, no Morumbi, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. A roupa comemorativa - já que o clube não permite, por estatuto, a utilização de um terceiro fardamento -, causou estranheza aos torcedores. Toda vermelha, apresentou escudo e patrocinadores em um tom acinzentado.

"Nós já vimos as experiências com o terceiro uniforme em outros clubes e o primeiro impacto, normalmente, é negativo. Depois as pessoas vão se acostumando. Quando você está com o material de perto, vê que é uniforme muito bonito", disse Ney. Mas, provavelmente, a camisa não será mais utilizada, já que fazia parte de uma ação promocional para comemorar a troca de todas as cadeiras do Estádio do Morumbi, que são dessa cor.

O técnico até brincou, dizendo que o uniforme lhe trouxe lembranças do passado. "Embora não tenha sido um jogador profissional, era volante do time de várzea da minha idade. O uniforme também era assim, todo vermelho."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.