Ritchie B. Tongo/EFE
Ritchie B. Tongo/EFE

Técnico sueco se desculpa por ida de auxiliar a treino fechado da Coreia do Sul

Janne Andersson admite mal-entendido e ressalta que sua equipe respeita o adversário asiático

Estadão Conteúdo

17 Junho 2018 | 11h34

O técnico da Suécia, Janne Andersson, revelou neste domingo que um membro da sua comissão técnica foi convidado a se retirar de um treino fechado da Coreia do Sul na Áustria, onde a seleção sul-coreana cumpriu parte da preparação para a Copa do Mundo da Rússia. O treinador disse esperar que o mal-entendido não crie animosidade entre os dois rivais do Grupo F.

+ Zagueiro da Bélgica diz que tropeço contra o Panamá 'iniciaria uma crise'

+ "Fantástico", diz técnico islandês após empate com a Argentina

+ Resumo da Copa do Mundo: confira tudo sobre o dia na Rússia

"É muito importante mostrar respeito ao adversário. Se o caso foi encarado de uma maneira diferente, nós nos desculpamos", disse o treinador, neste domingo. As seleções vão se enfrentar na estreia de ambas na Copa do Mundo, às 9 horas (de Brasília) desta segunda-feira, em Nijni Novgorod.

De acordo com Andersson, o assistente, responsável da comissão por observar as seleções adversárias dos suecos na Copa, pensou que a atividade seria aberta ao público. Quando já ocupava um lugar onde não era permitido, ele foi abordado para assistir "de uma distância maior".

Depois da Coreia do Sul, a Suécia vai enfrentar as seleções da Alemanha, às 15 horas (de Brasília) do próximo sábado, em Sochi, e do México, às 11 horas (de Brasília) do dia 27, en Ecaterimburgo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.