Técnico troca Francana pelo Barretos

O time é líder disparado e está classificado para a fase seguinte da competição que disputa. O treinador dessa equipe está prestigiado com sua diretoria, certo? Sim, mas ele não encontra ambiente no clube e pede demissão. Esse é o caso de Roberto Fonseca, que se desligou da Francana. O anúncio foi feito nesta terça-feira e o clube de Franca agora corre atrás de um substituto para a seqüência da Série A2. No entanto, Roberto Fonseca não ficou mais do que algumas horas desempregado. O treinador vai dirigir o Barretos, que disputa a Série A3. O motivo da saída do técnico foi uma discussão com os diretores da Francana. Os cartolas do clube prometeram aos jogadores que acertariam os salários atrasados na última sexta-feira. Como o pagamento não aconteceu os atletas fizeram uma greve e não treinaram na manhã. No período da tarde, os diretores se reuniram com Roberto Fonseca exigindo que ele desse o treino, ignorando a greve. O treinador não concordou, discutiu com os dirigentes e dirigiu o time na derrota por 2 a 1 para o Olímpia. Na segunda-feira à noite pediu demissão. Roberto Fonseca deixa a Francana na primeira posição do Grupo 1 do Paulista da A2, com 25 pontos e antecipadamente classificada para a fase seguinte do campeonato. Ele assume o Barretos, que no domingo demitiu o técnico Vilson Tadei, após a derrota para o Inter de Bebedouro. O Barretos é o quinto colocado do Grupo 1 da Série A3, com 11 pontos. O líder é o Sertãozinho, com 19. No Grupo 2, três times dividem a liderança. XV de Piracicaba, ECO e Primavera, todos com 13 pontos. Os quatro primeiros colocados de cada grupo passam à fase seguinte.

Agencia Estado,

30 de março de 2004 | 17h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.