Técnico vai dirigir dois times no Interior

Após a dispensa do técnico Flávio Lopes, o Marília anunciou a contratação de Luís Carlos Martins, que ainda está no Mirassol, clube que disputa a fase final da Série A3 do Campeonato Paulista. Na verdade ainda está, porque ele vai acumular a função de treinador dos dois clubes, até que o Mirassol assegure a vaga para a Série A2 de 2005. Para isso, basta que ganhe um ponto nas próximas três rodadas. Este desafio de dirigir dois times ao mesmo tempo é novo para Martins, mas não é a primeira vez que acontece no Mirassol. Em 1998, Roberval Davino, atual técnico do Santa Cruz, dirigiu o Mirassol na Série A2 e o Araçatuba, que lutava no "quadrangular da morte" da série A1 para não ser rebaixado à Série A2. Na época, Davino livrou os dois times do rebaixamento. Luís Carlos Martins se apresentou nesta segunda-feira à diretoria do Marília. Na terça-feira e quarta-feira ele comandará treinos táticos e na quinta-feira retorna à Mirassol para fazer o coletivo apronto que vai definir o time para a partida contra o XV de Novembro, no domingo, em Piracicaba. Na sexta-feira senta no banco de reservas para dirigir o Marília contra o São Raimundo, de Manaus, pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado, viaja com a delegação do Mirassol para Piracicaba, onde o time pode concretizar sua classificação. Essa rotina se repetirá até que o clube conquiste o acesso para a segunda divisão do Estado de São Paulo. O Mirassol lidera o Grupo 4, com nove pontos em três jogos. O clube, um dos mais bem organizados do interior, luta para retornar à Série A2, depois de cair na temporada passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.