Técnico valoriza ambiente tranquilo no Atlético-PR

O técnico Waldemar Lemos completou nesta terça-feira uma semana no comando do Atlético Paranaense. Mas o pouco tempo foi suficiente para que ele mudasse o ambiente deixado pelo ex-treinador Geninho, que saiu repentinamente da equipe, pegando até a diretoria de surpresa. Depois de ter vencido o Sport em sua estreia, Waldemar espera aproveitar nesta semana o clima de tranquilidade pela primeira vitória no Campeonato Brasileiro.

AE, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 21h12

"O ambiente está muito bom. Estamos fazendo a recuperação dos atletas e aos poucos estamos subindo a intensidade e o volume de trabalho", explicou o treinador. "Vamos ver até sexta-feira como vamos levar, mas a aplicação está muito boa e o grupo está lutando", ressaltou Waldemar, que deixou o Náutico para assumir a equipe paranaense às pressas, no início da semana passada.

O próximo desafio do treinador no comando do Atlético é buscar a primeira vitória em casa. Além disso, um triunfo na Arena da Baixada seria importante para tirar o time da zona de rebaixamento do Brasileirão. Pela sexta rodada, a equipe atleticana recebe o Palmeiras em Curitiba, no sábado. Na partida, Waldemar Lemos já terá seu primeiro dilema para resolver no elenco.

Após cumprir suspensão, o meia Marcinho está à disposição do treinador. O problema é que ele atua na mesma posição do recém-contratado Paulo Baier, que já foi titular no Recife. No entanto, apesar da dúvida, Waldemar Lemos acena com a possibilidade de utilizar os dois meias. "Há sempre espaço para o grande jogador e que mostra boa vontade. Os dois têm demonstrado muito isso", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.