Técnicos deixam Inter e Barbarense

Já prevendo que o destino da Internacional de Limeira deve ser a Série A-2 do Campeonato Paulista, o técnico Ademir Fonseca resolveu abandonar o barco, antes dele afundar de vez. Ele tomou a decisão, após a derrota pelo até então lanterna Atlético Sorocaba, por 3 a 1, em Limeira, na última quarta-feira, no Limeirão.Fonseca chegou em Limeira no dia 31 de janeiro e estreou na derrota para o Corinthians por 2 a 0, em casa, pela quinta rodada do Paulistão. Ele fez dez jogos no comando da equipe, conquistou apenas duas vitórias, dois empates e perdeu seis jogos, campanha pífia que levou o time à lanterna da competição, com nove pontos. No seu lugar, a diretoria confirmou que contra o Santos, sábado na Vila Belmiro, o time será dirigido por Ailton Lira, ex-craque do time alvinegro praiano e São Paulo, que chegou há três semanas para trabalhar como auxiliar-técnico. O clube continua em crise financeira e com salários atrasados.Barbarense - No Barbarense a situação é parecida. O técnico Leandro Campos pediu demissão após o empate por 1 a 1 no dérbi com o Rio Branco. Ele estava revoltado com a torcida que protestou bastante no estádio, desferiu palavrões e deu vários chutes na porta do vestiário. "Vim aqui para ajudar o time, mas se os torcedores não entendem a situação, que resolvam os problemas. Eu vou embora, estou fora. Não tem conversa", disse o treinador. Nesta quinta-feira à tarde, será tomada uma decisão pela diretoria, que pretende demover o técnico de sua decisão. Ex-técnico do Ituano, Campos fez quatro jogos pelo time. Foram dois empates, uma derrota e uma vitória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.