Arquivo/AE
Arquivo/AE

Teixeira vê 'resultados significativos' em obras da Copa

Segundo Comitê Organizador, nove dos doze estádios 'já começaram os trabalhos'

AE, Agência Estado

22 de dezembro de 2010 | 16h58

O presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira, afirmou que está satisfeito com o andamento das obras que visam o Mundial que será disputado no Brasil daqui a quatro anos.

"Este é o momento do trabalho que não aparece muito para o público, mas é igualmente importante, pois se trata do planejamento para tudo o que será executado nos próximos anos. É um trabalho diário, incansável, mas tem mostrado resultados significativos. Assim como o Comitê Organizador, o Governo Federal, os estados e municípios têm se esforçado ao máximo para oferecerem uma grande Copa do Mundo da FIFA a todos os amantes do futebol", afirmou o dirigente, em nota publicada nesta quarta-feira no site oficial da Copa de 2014.

O COL fez um balanço positivo sobre o andamento das obras que visam o Mundial, apesar de todas elas estarem longe de ficarem prontas e de atenderem às condições exigidas pela Fifa para receber a competição e o grande público que irá marcar presença no Brasil em 2014.

Segundo o COL, a Copa "começa a ganhar cara, com as obras dos estádios sendo iniciadas". O órgão lembrou que nove dos 12 palcos da competição "já começaram os trabalhos" (Arena Amazônia, em Manaus, Arena Capibaribe, em Recife, Arena Pantanal, em Cuiabá, Beira-Rio, em Porto Alegre, Estádio Nacional, em Brasília, Fonte Nova, em Salvador, Maracanã, no Rio de Janeiro, e Mineirão, em Belo Horizonte).

"O formato conceitual da Copa do Mundo da FIFA também já começou a ser discutido, com estudos preliminares de calendários, clima, voos internos, mobilidade urbana e transportes. O programa único de voluntários também já está em fase de discussão e planejamento", também avisou o COL, ao falar sobre outros temas que fogem da questão apenas da construção e reforma dos estádios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.