Telê passa bem e médicos estudam alta

O ex-técnico Telê Santana, que se recupera de cirurgia para amputação de parte da perna esquerda, apresentava nesta quinta-feira um quadro "estável clinicamente", de acordo com o coordenador do serviço de medicina interna do hospital Felício Rocho, José Olinto Pimenta Figueiredo. Segundo o médico, o recuperação do ex-treinador da seleção brasileira, de 72 anos, continuava "evoluindo favoravelmente" e uma previsão de alta poderá ser divulgada amanhã.Figueiredo disse que a alta depende da análise de exames e da evolução clínica do paciente. "A gente está conseguindo diminuir progressivamente a medicação e até agora ele está sem sinais de infecção", observou o médico. Telê já iniciou os trabalhos de fisioterapia respiratória e motora, considerados de "rotina" por Figueiredo.O filho do ex-técnico, Renê Santana, disse que está otimista com a recuperação do pai e espera que ele tenha alta até sábado.Familiares enfeitaram o apartamento em que Telê está internado com adereços de Natal e na noite de quarta-feira estiveram em companhia dele durante a comemoração da data cristã.O ex-treinador do Brasil nas Copas de 1982, na Espanha, e 1986, no México, está internado no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, desde a última quinta-feira, quando foi submetido a cirurgias de revascularização da perna esquerda e de dilatação do canal urinário. Como apresentou um quadro de isquemia grave no pé esquerdo, precisou ser submetido, na segunda-feira, a outra operação, quando teve parte da perna amputada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.