Telê Santana fala da saudade do futebol

O Mestre sente saudades de tudo. Do São Paulo, do Fluminense, do Atlético, da Seleção, das brigas... Enfim, sente saudades do futebol. E é nas lembranças, nas conversas com o filho Renê ? técnico desempregado ? e nas visitas dos amigos que ele encontra forças para rir e voltar a ser Telê Santana, o mais amado técnico da história do Brasil, aposentado desde 1996, depois de sofrer uma isquemia cerebral.A memória falha um pouco, ele demora a responder, mas os olhos brilham quando o assunto é a bola. É a melhor maneira de alegrar os dias e a vida de Telê, de 72 anos, que mora no Bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Um apartamento amplo, que toma todo o segundo andar do prédio. No primeiro andar mora a filha Sandra. E a neta Mariana, que visita o avô todo dia. ?Tenho ciúmes dela, mas já está namorando sério?, conta Telê.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.