Telê vai passar o Natal no hospital

O quadro clínico do ex-técnico da Seleção Brasileira, Telê Santana, continua "estável", segundo informou no final da manhã desta quarta-feira o coordenador do serviço de medicina interna do hospital Felício Rocho, José Olinto Pimenta Figueiredo. Na última segunda-feira, Telê, de 72 anos, foi submetido a uma cirurgia para a amputação de parte da perna esquerda. Figueiredo disse também que o estado de saúde do ex-treinador "ainda requer cuidados e não há previsão de alta".Segundo a Assessoria de Comunicação do Felício Rocho, um novo comunicado sobre o estado de saúde de Telê está previsto para sexta-feira. O ex-técnico do Brasil nas Copas de 1982, na Espanha, e 1986, no México, se recupera em um apartamento do hospital, acompanhado por familiares. Ele permanece lúcido. Telê está internado desde a última quinta-feira, quando foi submetido a cirurgias de revascularização da perna esquerda e de dilatação do canal urinário.Segundo os médicos, a amputação (cerca de 12 centímetros abaixo do joelho) foi feita porque os problemas circulatórios no pé esquerdo do paciente não diminuíram apesar da cirurgia de revascularização e o ex-treinador apresentava um quadro de isquemia grave no local. Telê é diabético, doença que contribuiu para o agravamento de seu problema de saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.