Teleférico de estádio que receberá Brasil na Copa passa por inspeção

O Departamento de Trabalho da cidade sul-africana de Durban fará uma inspeção no teleférico que leva ao mirante do estádio Moses Mabhida após uma série de falhas ocorridas em apenas quatro meses de funcionamento.

EFE,

23 de março de 2010 | 11h47

Entre outras partidas da Copa do Mundo deste ano, o estádio de Durban receberá o jogo entre Brasil e Portugal, válido pelo grupo G, no dia 25 de junho.

Segundo dados disponíveis no site da Fifa, o teleférico do Moses Mabhida faz seu percurso em um arco de 350 metros de extensão que atravessa o estádio de ponta a ponta, levando a um mirante que fica a 106 metros acima do gramado.

Na semana passada, o teleférico teve problemas e seus ocupantes tiveram que fazer o caminho de volta a pé. Durante o percurso, uma mulher de 63 anos desmaiou, enquanto um homem foi obrigado a descer andando com seu bebê nas costas.

A inspeção do teleférico terá com objetivo verificar se o equipamento está funcionando como deveria e se atende às exigências legais, além de verificar se o pessoal encarregado de sua manutenção e funcionamento está capacitado para tais tarefas.

Os visitantes do teleférico são advertidos que o fazem por sua conta e risco e que as autoridades locais não são responsáveis por qualquer dano ou roubo que possam acontecer.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa 2010estádio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.