Reprodução| Twitter
Reprodução| Twitter

Temer lamenta acidente com a Chapecoense e decreta luto oficial de três dias

Presidente divulga nota oficial em apoio aos familiares e amigos

Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

29 de novembro de 2016 | 08h37

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou na manhã desta terça-feira que o presidente Michel Temer decretou luto oficial de 3 dias pelas vítimas do acidente aéreo ocorrido nesta madrugada com o avião que levava a delegação e a equipe de futebol da Chapecoense para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, na Colômbia. O decreto deve ser publicado nas próximas horas.

Segundo autoridades locais, mais de 70 pessoas morreram no acidente e poucas sobreviveram. A aeronave tinha 78 pessoas a bordo, sendo 69 passageiros e 9 tripulantes, de acordo com informações da agência da Aeronáutica Civil colombiana. Porém, três pessoas que estavam na lista do voo não embarcaram. E ainda há buscas por mais sobreviventes.

Mais cedo, o presidente Michel Temer emitiu nota oficial na manhã desta terça-feira em solidariedade aos familiares e amigos da equipe de futebol Chapecoense. "Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade", disse o presidente na nota. "Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A Aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados", completou Temer, informando ainda que "o governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional".

Já o Governo de Santa Catarina emitiu nota dizendo brevemente que "lamenta profundamente a tragédia com a delegação da Chapecoense, jornalistas e tripulação do voo". "Solidariedade às famílias", completa o comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.