'Temos de pensar jogo a jogo', diz Henrique no Palmeiras

Um dos líderes do elenco do Palmeiras, o zagueiro Henrique respira aliviado com a vitória por 3 a 1 sobre o Figueirense, conquistada no último sábado, em Florianópolis, mas alerta que ainda falta muita coisa para o time comemorar. E para atingir o objetivo, a solução é pensar jogo a jogo e entrar ligado em todas as partidas.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

25 de setembro de 2012 | 13h09

"Temos 12 jogos ainda e muita coisa vai acontecer. O que precisamos agora é somar pontos. O espírito mudou e nós só vamos crescer. Cada jogo é uma batalha e todos eles são difíceis. Mas temos que superar isso, pensar jogo a jogo e buscar sempre a vitória, independentemente da situação. Só assim vamos sair dessa situação", disse o zagueiro.

Na sexta-feira, o Palmeiras será julgado pelos incidentes protagonizados pela torcida no clássico com o Corinthians e pode perder o mando de campo de até 20 jogos. No clube, acreditam que a pena deve ser de seis jogos. Sobre a possibilidade de ir jogar longe de São Paulo, Henrique acredita que isso não pode servir como desculpas para possíveis derrotas que poderão vir.

"Claro que seria bom ter a torcida ao nosso lado, mas estamos acostumados a jogar fora de casa mesmo. Então acredito que isso não fará diferença", completou.

Após realizar uma atividade na manhã desta terça-feira, o Palmeiras voltará aos treinamentos nesta quarta, às 9 horas. Correa, Maikon Leite e Valdivia se recuperam de lesões e são dúvidas para o jogo contra a Ponte Preta, sábado, às 21 horas, no Pacaembu, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeirasHenrique

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.