Jon Super / Reuters
Jon Super / Reuters

Tempestade Ciara força o adiamento de partida do City no Inglês

Jogos na Alemanha, Bélgica e Holanda também são postergados por fenômenos naturais

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2020 | 13h25

A partida entre Manchester City e West Ham, válida pela 26ª rodada do Campeonato Inglês, foi adiada em razão das condições climáticas desfavoráveis causadas pela passagem da tempestade Ciara. O jogo seria realizado neste domingo, no Etihad Stadium.

"Devido às condições climáticas extremas e o interesse em manter a segurança dos torcedores e da equipe, o jogo de hoje foi adiado. A decisão foi tomada pelos responsáveis pela segurança do Manchester City após consulta às partes envolvidas e às autoridades do West Ham United", informou o City, em comunicado. O clube ainda comunicou que dará mais informações sobre a remarcação da partida em breve.

Outra partida da liga inglesa, entre Sheffield United e Bournemouth, passou perto de ser cancelada, mas foi confirmada, apesar da forte chuva que caiu no estádio Bramall Lane. Os responsáveis pela organização garantiram o duelo depois de entender que a situação do gramado era boa e os torcedores e os jogadores estavam seguros.

Como forma de prevenção, as ligas belga e holandesa também cancelaram todas as partidas da rodada deste domingo. A previsão climática é de tempestade em partes da Bélgica e da Holanda, com nevasca e ventos de mais de 100 km/h. Ainda não foram anunciados os horários e datas dos confrontos.

Na Alemanha, o fenômeno Sabine impediu a realização do duelo entre Borussia Mönchengladbach e Colônia, válido pela 26ª rodada do Campeonato Alemão. "O deslocamento em segurança dos torcedores depois da partida não podia ser garantido", comunicou em nota o Borussia Mönchengladbach. No entanto, a outra partida do dia pela liga alemã, entre o líder Bayern de Munique e o vice-líder RB Leipzig, está confirmada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.