Stuart Franklin/EFE
Stuart Franklin/EFE

Temporada perfeita e lucrativa: títulos rendem cerca de R$ 1,3 bilhão ao Bayern de Munique

Bávaros receberam a maior premiação da história da Liga dos Campeões e uma bela quantia da TV em decorrência da oitava conquista seguida do Campeonato Alemão

Raul Vitor, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2021 | 12h08

O Bayern de Munique fez uma temporada perfeita. Participou de seis competições e venceu todas elas. O título mais recente foi conquistado nesta quinta-feira, ao vencer o Tigres, do México, por 1 a 0 na final do Mundial de Clubes da Fifa. O primeiro lugar no torneio rendeu 4 milhões de euros (R$ 27 milhões) aos Bávaros. É um bom dinheiro, mas não o maior de sua caminhada de conquistas. Se comparada ao montante total acumulado pela equipe alemã em 2020, ela é quase irrelevante. Isso porque juntando a premiação das seis taças conquistadas, as receitas do Bayern chegam a 203 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão).

O que mais pesa nessa conta é a campanha que culminou no título da Liga dos Campeões. Os alemães venceram o torneio com 100% de aproveitamento e isso rendeu premiações que, segundo o jornal português A Bola, pode bater nos 117 milhões de euros (R$ 758 milhões). Nessa conta, 67,2 milhões (R$ 437 milhões) são decorrentes das vitórias conquistadas em cada etapa do torneio. Cerca de 35,4 milhões de euros (R$ 230 milhões) vêm da melhor campanha na competição e outros 14,5 milhões de euros (R$ 91 milhões) são decorrentes das cotas oferecidas pela Uefa, que distribui essa quantia a todas as equipes participantes.

O jornal alemão Bild aponta que esse valor pode ser ainda maior, e atingiria cerca de 128,4 milhões de euros (R$ 835 milhões). Mas nessa soma, o jornal inclui a premiação da Supercopa da Europa, que o Bayern também faturou na temporada. O Bild entende que o valor dado ao primeiro colocado, de 4,5 milhões de euros (R$ 30 milhões), seja uma consequência direta do título da Liga dos Campeões. Além disso, foram adicionados ao montante cerca de 7 milhões de euros do market pool.

Na sequênica, a segunda maior receita vem do Campeonato Alemão. A oitava conquista seguida do torneio nacional rendeu ao Bayern de Munique cerca de 70,5 milhões de euros (R$ 458,4 milhões) via cotas da televisão, de acordo com o jornal Kicker. Ainda em âmbito nacional, os Bávaros venceram a Copa da Alemanha, que gerou 4 milhões de euros (R$ 26 milhões) de premiação, e a Supercopa da Alemanha, que atribuiu mais 3 milhões de euros (R$ 20 milhões) ao montante da temporada.

Portanto, o Bayern faturou 117 milhões de euros com a Liga dos Campeões, 70,5 milhões de euros com o Campeonato Alemão, 4,5 milhões de euros com a Supercopa da Europa, 4 milhões de euros com o Mundial de Clubes e a Copa da Alemanha e cerca de 3 milhões de euros com a Supercopa da Alemanha. Ao todo, a equipe Bávara chegou aos 203 milhões de euros em sua temporada, que, além de perfeita, foi lucrativa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.