Tensões entre Rússia e Turquia atingem futebol e envolvem até a Bélgica

As recentes tensões entre os governos da Rússia e da Turquia está atingindo também o futebol. O governo russo está proibindo os clubes de estabelecerem relações com os turcos e até a prefeitura de Gent, cidade da Bélgica com grande número de imigrantes turcos, se envolveu na polêmica.

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2015 | 21h01

Na semana que vem, o Zenit, de São Petersburgo, vai até a Bélgica para enfrentar o Ghent e a prefeitura local chegou a afirmar que o jogo, válido pela Liga dos Campeões, ocorreria sem a presença da torcida visitante. O ministro do Esporte da Rússia, Vitaly Mutko, criticou a decisão e disse, se não havia garantias de segurança, então o jogo deveria ocorrer em outro lugar.

Nesta segunda-feira, entretanto, o prefeito Daniel Termont mudou de ideia e disse que a torcida russa será aceita. Na cidade, que no fim de semana recebeu a final da Copa Davis sob forte esquema de segurança por causa dos atentados de Paris, vivem dezenas de milhares de turcos.

A Rússia vem retaliando a Turquia por conta do abatimento de um caça russo por parte da Força Aérea turca, há duas semanas. No futebol, Moscou determinou que os clubes locais não podem fazer a tradicional intertemporada na Turquia e também não poderão contratar jogadores turcos visando a próxima temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRússiaTurquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.